sábado, 2 de maio de 2009

Solidão


em seu descompasso
O vento soprou
Levou meu telhado
meu sorriso
E apagou as lamparinas

É escuro
E nenhum gato mia

Vazio imaculado
Denso como piche quente

Até as lagrimas fugiram
"Solidão. que poeira leve"

Nem luz
Nem toque
Nem sabor
Nem som
Nem odor
Nem profecía

Solidão. Soterra.

3 comentários:

  1. Não há solidão que seja tão só a ponto de ser totalmente sozinho. Entende?

    Basta saber enxergar!
    Obrigada pela visita, voltarei por aqui mais vezes.

    :*

    ResponderExcluir
  2. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  3. eu acho o contrário. todo mundo tem pelo menos uma solidãozinha impenetrável...

    ResponderExcluir