quarta-feira, 20 de janeiro de 2010

Minha amiga

Dizia palavras bonitas
sobre flôres, estrelas cadentes, o gosto e o cheiro da terra molhada.
Tão animado falava sobre o que é todo e que não existe parte.
Cantou afinado e desafinado
Era todo Deus; gozo e frigidez

Ela que permaneceu calada sorriu.
E disse
"Dá até vontade de dizer que te amo"

Ele se calou
era terno ser e estar n´aquilo sobre o que não se fala.

5 comentários:

  1. nossa...que lisongeio...fazer parte mesmo que apenas em uma frase! ;) MUITO LINDO!
    queria ter essa facilidade em colocar em palavras tudo que voce sente!!!
    nao suma mais desse jeito!!! hum!

    ResponderExcluir
  2. estou em recife, rapaz!
    estou ficando no ibura de baixo.
    fico até quarta.

    ResponderExcluir